domingo, 18 de fevereiro de 2007

Maré

O mar apaga o meu rasto para que ninguém me siga

4 comentários:

Lusófona disse...

Olá Pedro!

Obrigada pela visita :)
Pelos vistos, és um homem do mar...

Beijinhos e fica bem

Whispers disse...

Sera bom isso, ou sera mau o mar apagar teus rastos?...por muito cuidado que temos existe os rastos do coracao que ninguem e capaz de apagar
beijinhos mil
Whispers

foryou disse...

Pois tenho a informar que te segui até aqui!! :P

Maria, Simplesmente disse...

Sabes Pedro, nas minhas praias lá do Sudoeste, o que me dava mais prazer, era quando de manhã, muito cedo descia da "casa da praia" e não se via uma única pégada na areia. Eu corria a praia toda junto às ondas, deixando rastos nela e as ondas ao deafio comigo vinham apagá-las.
Tempos tão bons, Deus do Universo!...
Bj
Maria